CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Esportes / Jorginho quer Vasco com sangue nos olhos, vibrando e organizado contra o Fla

Jorginho quer Vasco com sangue nos olhos, vibrando e organizado contra o Fla

Da redação | 22/04/2016 11:50

A dois dias da semifinal do Campeonato Carioca contra o Flamengo, o técnico Jorginho não quer que o Vasco perca o foco. Sem perder para o rival há oito partidas e com 21 jogos de invencibilidade desde novembro do ano passado, o treinador quer o time como protagonista no clássico de domingo, em Manaus, que vale uma vaga na decisão do Estadual.

Para o treinador, o Vasco não pode se escorar na vantagem do empate conseguida com a conquista da Taça Guanabara e jogar a decisão para vencer.

– Buscar o resultado o tempo todo, marcando forte. Com sangue nos olhos mesmo. Vibrando realmente, vibrando em todo momento. É decisão e em decisão você tem que entrar assim. Além de estar organizado também, é claro. Não podemos esquecer a parte tática – disse o treinador em entrevista coletiva em São Januário.

Jorginho acredita que a longa invencibilidade não deve ser o principal fator de motivação do time. E sim a sede por títulos.

– O principal de tudo mesmo é uma conquista de título. Fiz questão de não estar lá para receber a medalha. Fiquei feliz dentro do vestiário, mas não ganhamos nada. Eu quero meus jogadores concentrados completamente. Nossa maior motivação não é a invencibilidade. Temos motivação da vantagem, para fazer um grande jogo e ir para a final – afirmou o treinador, alertando para o fato de que o time não pode errar a partir de agora.

– Muda a atenção nessa fase. Tem que ser redobrada. Não pode errar. Nas primeiras fases, você pode se permitir ao erro. Agora, não. Acompanhar o marcador até o fim. É um jogo de decisão contra o nosso maior rival. É uma partida especial especial.

O treinador ainda elogiou o atacante Riascos, artilheiro do time no Estadual com oito gols.

– Esses jogadores adquiriram a confiança no próprio futebol deles. Com esses jogadores estando confiantes, o time ganha coisas boas. Criamos possibilidades, situações de jogo – encerrou.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA