Jorginho para Vaz: ‘Vai lá e decide’

Rafael Vaz é um herói improvável. Em 2015, o jogador só fez sua primeira partida em setembro, quando Jorginho já era o treinador. Com a virada do ano, apesar de seguir com a condição de reserva da dupla Rodrigo e Luan, o zagueiro de 27 anos fez nove partidas e marcou neste domingo seu terceiro gol. O mais importante foi o deste domingo, que garantiu o bicampeonato carioca ao Vasco.

– No ano passado, eu não pude aproveitar esse título (Carioca). Estava treinando separado, mas Deus me abençoou e eu pude dar a volta por cima – disse o jogador, que comentou o gol. – Na hora, eu pensei em minha família, no trabalho de cada dia.

Após o jogo, Jorginho revelou a conversa que teve com o zagueiro no intervalo. No vestiário, Luan fez um teste para saber se teria condições de voltar a campo, mas a comissão médica vetou o retorno. Foi então que Jorginho procurou Rafael Vaz para dar a notícia que entraria no time.

– Ele estava agachado amarrando a chuteira, e eu falei: “Olha como é interessante a vida. Não estava no meu projeto te colocar, a zaga estava muito bem, mas Deus te presenteou. Vai lá e define o jogo”. Ele foi lá e definiu – disse.

O técnico pediu a renovação de Vaz, que está com o contrato no fim, assim como o de Diguinho. Já Riascos, que pertence ao Cruzeiro, vive uma situação mais difícil.

– Nós não desistimos do Riascos – garantiu Jorginho ao falar sobre o colombiano, que foi o artilheiro do time na competição, com 9 gols.

Considerado o melhor treinador da competição pela Federação de Futebol do Rio (Ferj), Jorginho receberá o prêmio em cerimônia na noite desta segunda-feira. No time do campeonato, seis são do Vasco: Martín Silva, Rodrigo, Luan, Andrezinho, Nenê e Riascos. Rodinei, Diogo Barbosa, Willian Arão, Gustavo Scarpa e Ribamar completam a equipe dos melhores.

Apesar do elenco valorizado, Jorginho espera reforços. Ele lembrou que o Vasco tem um time com média de idade alta e que a Série B exige muitas viagens. O treinador fez inclusive um apelo ao presidente do clube, Eurico Miranda, para que o time faça viagens fretadas para evitar o desgaste.

– Queremos alcançar nossas metas neste ano, e sabemos que para isso precisamos de contratações pontuais. Vamos falar sobre isso principalmente a partir da nossa viagem que começar na terça-feira e vai até sábado – explicou.

Se o título motiva o time para a disputa da Série B, alguns jogadores pensam além. Andrezinho quer conquistar a Copa do Brasil. Na quarta-feira, o time enfrenta o CRB, em Maceió, pelo primeiro jogo da segunda fase. No sábado, é a estreia na Série B contra o Sampaio Corrêa, em São Luís.

– Superamos limites. O Vasco na Série B tem a obrigação de subir e, sabendo que a Copa do Brasil é o caminho mais curto para a Libertadores, a gente tem que sonhar mesmo. Quem sabe a gente termina o ano com uma temporada maravilhosa, conquistando uma vaga na Serie A e o título da Copa do Brasil.

Durante a festa em campo, Rodrigo aproveitou para alfinetar Wallace, do Flamengo. Enquanto a torcida comemorava, o capitão gesticulou como se fincasse uma bandeira no gramado do Maracanã.

– Nossa defesa parece uma fortaleza. A gente joga firme. Eu quis mostrar ali que é o nosso território. Todo mundo finca bandeira, faz isso e aquilo, mas esquece de jogar. Nós não, nós jogamos e, depois, falamos: “Aqui é nosso”.

ver mais notícias