Dunga e Gilmar se reúnem com Barcelona para falarem sobre Neymar

O técnico Dunga e o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, estiveram nesta sexta-feira em Barcelona para se reunirem com o técnico Luis Enrique e a comissão técnica do clube catalão. O assunto em pauta? Neymar.

A CBF quer contar com o jogador tanto na Copa América de junho, nos Estados Unidos, quanto nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. O problema é que as Olimpíadas não são uma competição oficial da Fifa. Logo, os clubes não têm obrigação de liberar os seus atletas para o torneio. A menos que uma solução seja negociada entre a entidade e os times dos jogadores.

É o que Dunga e Gilmar estão tentando fazer para contarem com o principal jogador do Brasil na única competição que a seleção nunca venceu. O ouro olímpico é uma obsessão que se transforma em frustração a cada quatro anos. Em Londres-2012, a seleção foi derrotada pelo México na decisão em Wembley e ficou com a medalha de prata.

Ao fim do encontro, Gilmar não deu qualquer pista sobre a possibilidade de Neymar ser liberado para os Jogos.

– Faremos um resumo da viagem, dos jogos a que assistimos e das reuniões que participamos. Vamos avaliar tudo com muita calma, sempre pensando no que é melhor para a seleção brasileira e com o cuidado de não prejudicar os clubes – disse Gilmar, ao site da CBF.

A delegação brasileira ficará o fim de semana inteiro na Europa assistindo jogos e conversando com clubes sobre a liberação para os Jogos Olímpicos. Recentemente, Neymar indicou que gostaria de disputar as Olimpíadas. Dunga disse que a vontade do jogador é importante, mas tudo dependeria de uma conversa com o Barcelona.

O treinador da seleção já indicou que se não puder contar com Neymar nas duas competições vai optar por convocar o jogador para as Olimpíadas. Assim, Neymar seria um dos três atletas acima de 23 anos na seleção brasileira.

ver mais notícias