Capitão dos EUA homenageia vítimas do ataque em Orlando

A vitóriaa dos Estados Unidos contra o Equador, que garantiu os americanos na semifinal da Copa América, foi marcada uma série de homenagens às vítimas do ataque à boate Pulse, em Orlando. Além de um minuto de silêncio em homenagens aos 50 mortos, o capitão da seleção americana, Michael Bradley jogou com uma braçadeira nas cores do arco-íris, símbolo internacional do movimento LGBT.

Nesta semana, o time americano já tinha divulgado um vídeo em apoio às pessoas que foram afetadas pelo massacra em Orlando.

Na semifinal, os americanos vão enfrentar o vencedor da partida entre Argentina e Venezuela, que se enfrentam neste sábado, às 20h (de Brasília), em Foxborough.

ver mais notícias