Após reunião, Flu acerta detalhes com Dry World para evitar polêmicas

Após a polêmica apresentação do uniforme do Atlético-MG, o Fluminense acertou, nesta sexta-feira à noite, os últimos detalhes com a Dry World, a fornecedora de material esportivo do tricolor, para que nada parecido aconteça. O lançamento das novas camisas será dia 4 de março, no Copacabana Palace.

— Queremos que o destaque da festa seja o novo uniforme e não qualquer outro assunto — enfatizou o vice-presidente de marketing, Leonardo Lemos.

A diretoria tricolor se reuniu com os representantes da empresa canadense em dois dias para alinhar a estratégia de lançamento dos uniformes. Nos encontros, ficou combinado que não haverá modelos de biquínis nem frases polêmicas. No início da semana, o clube mineiro e a marca esportiva foram acusados de machismo por torcedores pela exposição das modelos. Além disso, em algumas camisas havia uma inscrição, no lugar das recomendações de lavagem, que dizia para o homem entregá-la a sua mulher.

O Fluminense assinou contrato de R$ 13,5 milhões por ano por cinco temporadas. O valor é bem maior que o pago pela Adidas (R$ 4,5 milhões), mas os alemães ofereciam mais em royalties por vendas e desempenho esportivo.

ver mais notícias