Ali, tão conhecido por suas declarações quanto pelos punhos

Muhammad Ali foi tão famoso por suas declarações como por seus golpes no ringue.

Algumas de suas frases mais famosas:

___

“Voa como mariposa, e pica como abelha. Ruge, jovem, ruge!”, antes de sua primeira pelea contra Sonny Liston em 1964.

___

“Não tenho nenhum problema com o Vietcong”, el 17 de febrero de 1966.

___

“Fala sério? Eu tenho que ficar aquí e conduzir meu povo ao homem certo, Elijah Muhammad”, ao responder quando Robert Lipsyte, do “New York Times”, lhe perguntou em entrevista em 26 de abril de 1967 por que não deixava o país, dois días antes de recusar ser convocado para o Exército.

__

“Cassius Clay era o nome do escravo”, ao explicar a troca por Muhammad Ali, em 30 de junho de 1967.

___

“Não, deixa ficar. Falo quando ganho, tenho que falar quando eu perco”, quando um assistente tentou retirar repórteres de seu quarto de hotel, em 9 de março de 1971, um dia depois da derrota para Joe Frazier.

___

“Eu comemorei . Orei a Deus”, ao comentar sobre a anulação de sua sentença por evasão de divisas pelo Supremo Tribunal dos Estados Unidos, em 28 de junho de 1971

___

“Eles fizeram o que achavam que era certo, e eu fiz o que eu achava que era certo”, sobre o governo tentar enviá-lo para a prisão.

___

“Já disse a todos os meus críticos que sou o melhor da história. Nunca esperem que eu perca que tenha uns 50 anos”, após nocautear George Foreman e ser campeão dos pesos-pesados ​​pela segunda vez, em 1 de outubro 1974, em Kinshasa, Zaire .

___

“Vi sua esposa. Você não é tão tonto quanto parece”, ao presidente de Filipinas, Ferdinand Marcos, días antes de vencer Joe Frazier em Manila, em 1 de outubro de 1975.

___

“Meu nome é famoso na Sérvia, Paquistão, Marrocos. São países que não prestam a atenção ao Derbi de Kentucky”, em entrevista ao “New York Times”, em abril de 1977.

___

“Sou um mestre da ilusão. Tenho derrotado a mim mesmo, derrotado as tentações. Não sou o mesmo homem que anunciou esta luta”, sobre sua figura esbelta antes de perder para Larry Holmes, em 2 de outubro de 1980 .

___

“O Afeganistão será para os russos o que o Vietnã foi para os Estados Unidos”, em Nova Delhi , na Índia, em 1 de fevereiro de 1980, ao explicar o pedido do presidente dos EUA Jimmy Carter para boicotar os Jogos Olímpicos de Moscou .

___

“As pessoas dizem que agora falo lento. Isso não é surpreendente. Acho que recebi 29.000 golpes. Mas ganhei 57 milhões de dólares, e gastei a metade. Assim que recebi alguns golpes. Sabe quantos negros são mortos por armas de fogo e facas todos anos, sem um único centavo? Posso falar lentamente, mas meu cérebro está bom”, em Seatle, em 20 de janeiro de 1984.

___

“Não tenho medo. Podem dizer amanhã: ‘Ali , você tem câncer no coração, você tem seis meses de vida’ . Eu digo: ‘Estou feliz. Eu tinha uma vida boa, fui bom com as pessoas, e eu estou feliz por conhecer Alé ‘,’’ em 20 de setembro de 1984, no hospital Columbia -Presbyterian , em Nova York, quando foi diagnosticado com Parkinson .

___

“Caminha comigo, e eu paro o trânsit. Nunca tinha sido tão popular. Não acho que o meu nome vai morrer”, em 29 de outubro de 1984 em Nova York, onde recebeu o Prêmio Marciano .

___

“O que sofri fisicamente valeu a pena pelo que realizei na vida. Um homem que não tem coragem de assumir riscos nunca vai conseguir algo na vida”, numa conferência de imprensa em 28 de outubro de 1984, em Houston.

___

“Eu gosto de Joe Frazier. Eu e ele montamos um bom espetáculo. Foi um bom show itinerante”, em entrevista em março de 2001.

___

“Sou o rei, sou o rei do mundo”, após vencer Sonny Liston, dirigondo-se aos jornalistas que não acrditavam em sua vitória. Publicado no livro “O Rei do Mundo”, de David Remnick, em 2000.

___

“Foi o mais póximo que cheguei da morte”, sobre a derrota para Joe Frazier, em 2011.

___

“Ele nos ensinou o que é perdão em larga escala”, sobre Nelson Mandela, em dezembro de 2013.

ver mais notícias