Abel confirma que pessoas ligadas ao Fla o procuraram

O técnico Zé Ricardo acumula três vitórias em cinco jogos, sendo duas fora de casa, mas suas chances de permanecer no cargo até o fim do ano não são as maiores. O clube busca um treinador com perfil vencedor — o mesmo que o levou a trazer Muricy Ramalho no fim do ano passado —, e Abel Braga falou abertamente sobre o interesse do rubro-negro.

— A mim, o Flamengo não procurou diretamente, mas mandou pessoas me procurarem. Estou muito na minha, estou fora do país e não sei quando volto — disse o treinador ao site Globoesporte.com.

Love visita o ninho

Oficialmente, o Flamengo não confirma a negociação com Abel. Na apresentação de Mozer, na terça-feira, o presidente Eduardo Bandeira de Mello não tratou Zé Ricardo como interino, embora também não o tenha efetivado no comando.

Abel tem contrato em vigor com o Al-Jazira, dos Emirados Árabes, até a segunda quinzena de julho, embora já não esteja mais treinando o clube. Além de uma possível negociação para liberá-lo, o rubro-negro teria que convencer o técnico a inciar um trabalho em andamento, algo que não lhe agrada. Outro obstáculo é a rejeição da torcida ao técnico.

Nesta quinta-feira, o elenco do Flamengo teve um dia tranquilo após a vitória fora de casa contra o Cruzeiro. Na chegada ao Rio, o estreante Réver, autor do único gol do jogo, foi um dos mais celebrados. No Ninho do Urubu, o elenco recebeu a visita de Vágner Love, atualmente no Monaco, da França.

Sheik deve sair

A boa estreia de Réver e a partida segura de Rafael Vaz não devem tirar o ímpeto do Flamengo na janela de transferência internacional, que será aberta na segunda-feira e se fecha um mês depois. Mais um zagueiro, provavelmente estrangeiro, deve ser contratado pelo clube.

Mas a chegada de atletas não deve ser a única movimentação no elenco rubro-negro. Aos 37 anos, Emerson Sheik pode estar de saída do clube. Ele perdeu espaço no time, deviso a lesões. Seu último jogo foi em 25 de maio. Recuperado de dores no pé esquerdo, ele treinou ontem com os companheiros. Sheik teria proposta para voltar ao futebol asiático. Ele tem passagens por Japão, Qatar e Emirados Árabes.

ver mais notícias