Google distribui R$ 2 milhões em bolsas de mestrado e doutorado

RIO — Como parte de seu programa de incentivo à pesquisa, o Google abre nesta quinta-feira inscrições para a terceira edição do Google Research Awards Latin America, que vai distribuir US$ 600 mil, cerca de R$ 2,1 milhões, em bolsas para estudantes de mestrado e doutorado Ciência da Computação, Engenharia ou áreas relacionadas.

As inscrições estão abertas até o dia 9 de junho. Os projetos devem ser submetidos por professores orientadores, com a indicação de um aluno de mestrado ou doutorado responsável pela condução das pesquisas. Nos projetos de doutorado, a bolsa mensal é de US$ 1.200 (R$ 4.250) para o estudante e US$ 750 (R$ 2.650) para o orientador. No mestrado, os valores são de US$ 750 (R$ 2.650) para o estudante e US$ 675 (R$ 2.400) para o professor.

O Google Research Awards Latina America começou em 2013, em iniciativa do Centro de Engenharia do Google em Belo Horizonte, e, no ano passado, expandiu para o restante da América Latina. Na última seleção, foram escolhidos 24 pesquisadores, de 12 projetos. A intenção neste ano é dobrar esse número.

— Para os pesquisadores, é como um selo qualidade. Eles ganham visibilidade — diz Berthier Ribeiro-Neto, diretor do Centro de Engenharia do Google em Belo Horizonte e idealizador do programa. — Para o Google, a ideia é identificar as universidades de elite em investigação científica, pesquisadores proeminentes e projetos com impacto social.

Segundo Ribeiro-Neto, cada orientador pode apresentar mais de um projeto. Os estudantes contemplados não podem acumular a bolsa com outras concedidas por outras instituições, como o CNPq.

Os projetos devem estar alinhados com campos de interesse do Google. São eles: mapas; interação entre humanos e computadores; retenção, extração e organização de informações; internet das coisas; aprendizado de máquina e mineração de dados; dispositivos móveis, processamento natural de línguas; interfaces físicas e experiências imersivas; privacidade; e tópicos relacionados à pesquisas na web.

As propostas e os currículos dos candidatos serão analisados por uma comissão interna do Google, que vai considerar três critérios principais: qualidade geral da proposta; potencial de impacto da pesquisa; e alinhamento com as áreas estratégicas da companhia.

ver mais notícias