Primeira-dama é indiciada por compra de voto

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, foi indiciada pela Polícia Federal em um inquérito que investiga a compra de voto no pleito municipal deste ano na cidade de Barbalha.

 

De acordo com o G1, o governo do Estado do Ceará disse que não vai se manifestar sobre o caso. A justiça eleitoral de Barbalha concluiu o inquérito no dia 1º de dezembro e encaminhou os documentos ao Ministério Público.

A Polícia Federal iniciou a investigação após flagrar e prender três pessoas suspeitas de compra de votos, no dia 30 de setembro, em Juazeiro do Norte, cidade que fica ao lado de Barbalha. Uma das pessoas detidas era Ana Kitéria, que tinha um cargo comissionado no gabinete de Onélia. Kitéria e os outros dois foram presos

ver mais notícias