Victor Chaves, da dupla Victor e Léo, critica a Globo e fala sobre saída do 'The Voice Kids'

Na semana em que a Globo anunciou mudanças nos programas “The Voice Brasil” e “The Voice Kids”, o cantor sertanejo Victor Chaves, da dupla Victor e Léo, resolveu se manifestar nas redes sociais sobre seu afastamento em fevereiro.

Victor, 42, criticou a forma como a Globo conduziu sua saída do reality show infantil e afirmou que não voltará para a nova edição do programa, cuja estreia está prevista para 2018.

“Sou da paz, do amor e da arte. Com esta postagem, confirmo minha tristeza diante das pessoas que, diariamente, perguntam-me carinhosamente se eu voltaria ao programa. E por aqui afirmo: Não. O palco me fortalece, pois no teatro da vida, prefiro representar de forma genuína”, escreveu o cantor, em sua conta no Instagram neste domingo (2).

Em fevereiro deste ano, Victor tinha sido acusado pela mulher, Poliana Bagatini, então grávida de quatro meses, de agredi-la. Poliana contou no boletim de ocorrência que, após uma discussão, ela foi jogada no chão pelo cantor, que ainda a chutou. Uma vizinha do casal, que ouviu a briga, teria ajudado Poliana a deixar o local.

Antes do início do programa do dia 26 de fevereiro, o apresentador André Marques informou que a Globo “repudia toda e qualquer forma de violência e acredita que essa acusação precisa ser apurada com rigor, garantindo o direito de defesa na busca da verdade”. Segundo o comunicado, Victor havia decidido se afastar do programa para “se dedicar totalmente a este caso”.

Na época, André Marques disse ainda que, em respeito às crianças, o programa seria mantido como foi gravado, com a participação do cantor. Neste domingo (2), Victor afirmou que a informação de manter o “programa como foi gravado foi mentirosa”. “Editaram minha imagem às claras e isso foi desrespeitoso e profano, não só para com as crianças pelas quais me dediquei zelosamente enquanto ali permaneci, mas também para com minha arte ali entregue, em conteúdo franco e positivo.”

Victor disse ainda ter provado sua inocência e que apenas foi indiciado por vias de fato. “Provei minha inocência diante da acusação de ter batido em alguém, um horror que não cometi. Fui indiciado por vias de fato, que não é crime, e minha intenção diante disto será esclarecida.”

Na época, o cantor sertanejo negou as acusações de agressão em entrevista ao “Fantástico”. “Eu jamais agrediria alguém na minha vida, muito menos a minha esposa, que está grávida do João”, afirmou.

ver mais notícias