PF vai abrir processo disciplinar contra "hipster da Federal"

Famoso após escoltar o deputado cassado Eduardo Cunha, Lucas Valença descumpriu as normas da corporação e concedeu entrevistas sem autorização

© Reprodução/Instagram

Depois que apareceu escoltando o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), preso na última quarta-feira (19), Lucas Valença ficou conhecido como o “hipster da Federal”, ganhou as redes sociais e virou um dos assuntos mais comentados da última semana.

Nesta segunda-feira (24), ele participou do programa Encontro com Fátima Bernandes, na Rede Globo, e desagradou à Polícia Federal, que abrirá processo disciplinar contra ele, por conceder entrevistas sem autorização da corporação, desrespeitando as normas da PF.

Durante o programa, o hipster afirmou que não podia dar detalhes sobre seu trabalho, mas confirmou com a cabeça que acompanhou Cunha no voo. Pelas regras da PF, os membros da corporação não podem dar declarações relacionadas ao trabalho no órgão sem consentimento da instituição. As informações são da Época.

Antes da aparição no programa matutino da Globo, o hipster da Federal já havia posado para o site de celebridades Ego. Ainda de acordo com a Época, ele já havia sido afastado do Comando de Operações Táticas (COT), a força de elite da instituição, por ter utilizado uma lancha sem o aval de seus superiores. Ele responde por um processo administrativo em razão desse episódio.

 

ver mais notícias