Jogadora de vôlei é espancada por taxista

A jogadora de vôlei Luciana Severo, que defende o Fluminense, relatou no Facebook uma agressão por ela sofreu nesta sexta-feira (21), na Rua Prudente de Moraes, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro.naom_580b4ed1800f0

De acordo com a atleta, após ser perseguida pelo taxista William Lopes Barbosa, ela teria sido golpeada com socos e chutes, tendo o nariz e dedo quebrado durante a agressão.

Em sua página no Facebook, Luciana contou que depois de parar o carro em um sinal vermelho, o taxista, que vinha atrás, começou a insultá-la. Em seguida, ao abrir o sinal, a vítima deixou que o taxista passasse, mas ele começou a seguí-la. No próximo sinal, o homem teria parado o carro e vindo em direção à jogadora, que saiu do veículo para ‘mostrar que era mulher’. Nesse instante, o homem, então, desferiu um soco no nariz de Luciana.

Ela também informou que, apesar do flagrante, o delegado da 14ª Delegacia de Polícia liberou o taxista.

“Jogadora de volley com dedo quebrado e nariz e mesmo assim não é GRAVE???? Mulheres, não peguem esse taxista!”, revoltou-se a atleta.

ver mais notícias