Filho de Ivo Pitanguy é condenado por atropelar e matar operário

Ele foi condenado a quatro anos e oito meses, a pena foi convertida em serviço em clínica de recuperação de acidentados de trânsito e doação de R$ 300 mil para ONG

O filho do cirurgião plástico famoso, Ivo Nascimento de Campos Pitanguy, 59 anos, foi condenado pelo atropelamento que ocasionou a morte do operário José Fernando Ferreira da Silva, 44 anos, em agosto de 2015, na Gávea, Zona Sul do Rio. Entretanto, ele não será preso: a pena de quatro anos e oito meses foi convertida em serviço em uma clínica de recuperação de vítimas de acidentes de trânsito e doação de R$ 300 mil para Associação Brasileira de Reabilitação (ABBR). Ele também teve a habilitação para dirigir suspensa por cinco anos.

A sentença é da juíza Alessandra Bilac, da 40ª Vara Criminal do Rio. O trabalho na clínica ou instituição especializada em acidentados de trânsito será realizada pelo mesmo período da pena fixada, com carga horária de 07 horas semanais.

Prisão na época

Ivo foi preso na época em flagrante por homicídio culposo e embriaguez ao volante, no final da manhã dia 21 de agosto de 2015. Filho do famoso cirurgião plástico Ivo Pitanguy, ele se envolveu em um acidente que terminou em morte, na noite anterior, na Gávea, Zona Sul do Rio. Ivo dirigia um carro que subiu a calçada, atingiu um poste e um pedestre, identificado como o operário José Fernando Ferreira da Silva, 44 anos.

A prisão do filho do cirurgião plástico foi feita no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde ele estava internado em observação. Depois de receber alta, ele seguiu para o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste, onde ficou poucos dias preso. Para deixa o presídio, ele pagou uma fiança de R$ 100 mil.

ver mais notícias