22 prefeitos inelegíveis para disputa eleitoral deste ano

Condenados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU), 22 prefeitos do Estado do Amazonas estão praticamente inelegíveis para a disputa eleitoral deste ano. 

Os mais ameaçados são: Mário Litaiff, de Alvarães; Nonato do Nascimento Tenazor, de Atalaia do Norte; José Thomé Filho, de Autazes; Antônio Iran de Souza Lima, de Boca do Acre; Hamilton Alves Villar, de Careiro; Abraham Lincoln Dib Bastos, de Codajás; Ivon Rates, de Envira; Raimundo Carvalho Caldas, de Tabatinga; Almino Gonçalves, de Tonantins;  e, Felipe Antônio, de Urucará. Estes despontam nas listas tanto do TCE como do TCU.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) aguarda provocação do Ministério Público Eleitoral (MPE) ou partidos políticos, coligações e candidatos para decretar declarar a inelegibilidade de todos os complicados com relação à Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/2010).

ver mais notícias