8 grandes previsões de viagem para 2017

Com base em seu banco de dados, recomendações, preferências e dicas de viajantes, bem como pelo conhecimento em inovações de ponta e na indústria de tecnologias de viagem e e-commerce, os especialistas da Booking.com revelam as tendências para 2017.naom_569fb86a8535f

 

Entre elas está a busca por destinos novos, mas com grande potencial para o turismo. No caso do Brasil, destaca-se cidades como Governador Celso Ramos (SC), Pedra Azul (ES), São Francisco Xavier (SP), Holambra (SP) e Praia do Francês (AL). Já no exterior, as principais tendências para o próximo ano de acordo com os brasileiros são as cidades de Tóquio (Japão), Singapura (Singapura), Cartagena (Colômbia), Coimbra (Portugal) e Cidade do México (México).

Abaixo seguem as tendências que retratam um novo comportamento decisivo do consumidor na hora da escolha do destino e de sua acomodação.

1. Satisfação instantânea 2.0

A tecnologia está alimentando um viajante mais exigente e impaciente. 44% dos viajantes já esperam poder planejar suas férias com apenas alguns simples toques no smartphone e mais da metade (52%) espera usar mais em 2017 os aplicativos de viagem, que evoluirão para verdadeiros companheiros de viagens, capazes de prever as necessidades do viajante e atendê-las antes mesmo dele precisar pedir. O uso da tecnologia de mensagens inteligentes e instantâneas para resolver todas as dúvidas em tempo real se tornará mais comum e a assistência será sem estresse, direto na palma das mãos.

2. Indo direto ao ponto

A onda de unir “negócios e lazer” será cada vez mais forte e 2017 verá um aumento no valor que atribuímos às oportunidades de viagens no trabalho. Dos viajantes no mundo todo que viajaram a negócios este ano, 46% acham que vão viajar ainda mais a trabalho em 2017 e 49% já estenderam suas viagens de negócios para desfrutar ainda mais do destino, enquanto três quartos (75%) pretendem fazer o mesmo ou mais no ano que vem. As viagens de negócios são cada vez mais apreciadas como uma oportunidade para expandir horizontes, encontrar inspiração e progresso na carreira. Tanto é que 30% dos viajantes aceitariam um trabalho, mesmo com salário mais baixo, se significasse que poderiam viajar mais a negócios!

3. Apetite por descobertas

O mundo ainda tem muitos lugares desconhecidos e 2017 será um ano de exploração de novos destinos. 45% dos viajantes planejam ser mais aventureiros em sua escolha de destino no próximo ano, enquanto 47% gostaria de explorar os cantos do globo que nenhum de seus amigos estiveram antes. Além disso, 56% dos viajantes gostariam de fazer viagens mais independentes em 2017 – uma tendência particularmente prevalente entre os viajantes do Brasil, Índia, Estados Unidos, China e Tailândia.

4. Mente, corpo e alma

Em um mundo agitado, as pessoas estão vendo viagens cada vez mais como uma maneira de trazer o equilíbrio de volta para suas vidas. Quase metade (48%) vê as férias como um momento para refletir e fazer melhores escolhas de estilo de vida e 38% querem uma experiência de viagem de saúde/bem-estar em 2017. Não será raro encontrar uma variedade de SanctuStays, acomodações variando de casas a apartamentos, resorts e muito mais, oferecendo instalações complementares de meditação, spas, oficinas de bem-estar e áreas ao ar livre para promover um estilo de vida holístico e um caminho mais claro para autodescoberta.

5. Seja sustentável ou fique em casa

O ano que vem verá viajantes (36%) planejando escolher opções mais ecológicas de viagem do que em 2016 e com 39% deles interessados em uma experiência de viagem envolvendo ecoturismo. À medida que o ano progride, veremos provavelmente uma maior discussão em torno de assuntos como incentivos fiscais para viajantes sustentáveis (41% dos viajantes estariam a favor[1][i]), introdução de um padrão internacional para acomodações sustentáveis (41% a favor), e provedores de transporte oferecendo mais informações sobre compensação de carbono (26% a favor).

6. Prazeres simples

Os viajantes em 2017 serão inspirados por suas próprias aspirações e não por bens materiais. Aliás, 58% dos viajantes planejam priorizar gastos em experiências ao invés de bens materiais durante as férias em 2017. Os viajantes também estão se tornando menos interessados em extravagâncias e mais interessados nos pequenos momentos e prazeres simples de uma viagem. Apenas 10% dos viajantes disseram que um serviço de mordomo/concierge seria essencial para desfrutar suas experiências de viagem em 2017, por exemplo.

7. O toque humano

Interagir com funcionários e criar relacionamentos genuínos nas férias será um fator cada vez mais importante ao longo de 2017. 42% dos viajantes afirmam que não ficariam em uma acomodação sem funcionários simpáticos/prestativos e 40% confirmam que não ficariam em uma acomodação com mais de três avaliações negativas. Como resultado, devemos observar avanços para que a tecnologia de bate-papo tenha o nível do afeto, personalidade e espontaneidade da comunicação humana real.

8. Quero ir para outra dimensão

A fusão da tecnologia com o crescente desejo de viajar para o desconhecido incentiva inovações e avanços em viagens em 2017. 44% das pessoas veem um futuro onde estaremos de férias em cantos distantes da galáxia ou profundamente debaixo do oceano. Enquanto o turismo espacial continua a ser um trabalho em andamento, viagens para alguns dos lugares mais escuros dos oceanos estão em curso, assim como a construção de trens de alta velocidade, aviões supersônicos e carros autônomos. Avanços como esses alimentam nossa imaginação e nosso desejo coletivo de explorar além do horizonte – quem sabe quais novas fronteiras se abrirão durante o próximo ano.

“Experimentar o desconhecido, conhecer pessoas e culturas diferentes e testar novos limites são fatores que sempre nos levam a viajar e 2017 certamente está se configurando para ser um ano emocionante”, diz Pepijn Rijvers, Diretor de Marketing da Booking.com.

ver mais notícias