Honestidade marca o estilo Armani Jeans selecionado para Hemb

Honestidade. Ela está em alta: trata-se de uma tendência confirmada. E é ela que tem se destacado como uma convincente estratégia para agregar valor imaterial no mercado da moda; principalmente quando o discurso da publicidade ganha consistência verídica no mix de produtos ofertados.

Como exemplo recente temos as rugas e marcas do tempo, exibidas como motivo de orgulho nas campanhas. Em território nacional, a coleção Inverno 2016 da concept store gaúcha Hemb é bastante ilustrativa deste movimento.

A ideia de sinceridade, construída a partir das imagens elaboradas pela campanha, é levada também para curadoria do mix em denim, que destaca bastante as peças que aliam visual e sustentabilidade.

Nesse quesito, a coleção sublinha os produtos desenvolvidos em algodão orgânico da Armani Jeans, ponto alto da curadoria do denim masculino ofertada pela loja.

Além da matéria-prima ecológica, as peças da Armani selecionadas para a coleção apresentam ainda conduta eco-elegante no processo adotado para desgastar as peças: o chamado Eco- Ice, método criado na Itália, que recupera Co2, combinando o gesto manual com a abrasão de partículas resfriadas sobre o tecido.

Como resultado, as peças apresentam aspecto envelhecido como linguagem predominante, pontuando assim a coerência entre o discurso veiculado nas imagens da mídia.

Pala western, visual índigo, pontos de luz e rabiscos caracterizam a aparência das peças em denim, que também apostam em menos volumes para mais fidelidade à silhueta masculina e mais bolsos para um efeito mais contemporâneo.

Além da marca Armani, o mix formado pela Hemb também agrupa as grifes Ricardo Almeida, Etiqueta Negra, Diesel, Reserva, Von der Völke, e Osklen, entre outros.

ver mais notícias