Desfiles de Nova York: todos a bordo com Tommy Hilfiger

Tommy Hilfiger ofereceu segunda-feira a seus convidados um cruzeiro transatlântico na Fashion Week de Nova York, com uma coleção elegante com ar marinho, com um quê nostálgico dos anos 1930.

Ele criou dentro do imenso Armory da Park Avenue em Manhattan a decoração de convés de navio de cruzeiro, com suas chaminés e suas janelas, num fundo de céu estrelado. Não faltava nada, nem mesmo a bandeira americana na parte de trás.

A coleção feminina outono-inverno 2017 era composta de delicados vestidos de seda e cetim com estampas leves, blazers, golas de marinheiro, suéter listado de couro sobre uma saia com estampas, mas também shortinhos e minicasacos sexy.

Muitos adornos, calças amplas de cintura alta com fileira dupla de botões dourados, muito azul marinho também, tema obrigatório.

“Esta estação, a Tommy Hilfiger explora seu amor do universo náutico, visto através de um filtro nostálgico, onde as influências navais entram em colisão com o romance de uma era desaparecida”, explicam suas notas de coleção. “É o masculino que encontra o feminino, charmoso e engraçado”.

Seus modelos trazem por vezes grandes casacos com galões dourados na manga, suéteres de caxemira, mas durante a noite, a feminilidade irradiada, com vestidos leves, brincos brilhantes, por vezes com uma pequena tiara nos cabelos e roupas ornadas de pérolas.

E calçados dourados, usados por vezes com meias, para se dançar até de manhã. A manequim vedete do momento, Gigi Hadid abriu e fechou o desfile.

Tommy Hilfiger, sempre muito concorrido na Fashion Week, veio saudar vestido também com um casaco com galões nas manchas, diretamente inspirado na sua coleção.

Ele foi um dos primeiros a desfilar segunda-feira, no quinto dia da Fashion Week.
Eram também aguardados Carolina Herrera, Thomas Wylde, Phillip Lim, Jeremy Scott e Zac Posen entre outros.

Fotos: © PixelFormula

ver mais notícias