Maior diamante bruto do mundo avaliado em US$ 70 mi vai a leilão

Avaliado em R$ 245 milhões, o maior diamante bruto do mundo foi encontrado em Botsuana há nove meses.

 

 Lesedi la Rona, o maior diamante bruto do mundo, vai a leilão no dia 29 de junho, anunciou a “Sotheby’s”, casa de leilões londrina.
A pedra, que foi apresentada em Nova York, tem valor estimado em mais de 70 milhões de dólares (cerca de R$ 245 milhões).

A pedra bruta de transparência excepcional “É um diamante de 1.109 quilates e o maior descoberto em mais de 100 anos”, disse o presidente do departamento de joalheria internacional da Sotheby’s, David Bennett.

A pedra preciosa foi encontrada há nove meses em Botsuana pela empresa de mineração de diamantes Lucara. Esta será a primeira vez que um diamante bruto desse tamanho vai a leilão, segundo Bennett. Exibida em Nova York a pedra segue para a Europa, passando por Antuérpia, na Bélgica. Será apresentada na Sotheby’s de Londres de 18 a 28 de junho.

O recorde histórico de maior diamante bruto do mundo é do lendário Cullinan, de 3.016,75 quilates, descoberto em 1905 na África do Sul. Ele foi transformado em nove diamantes para as joias da Coroa britânica.

No mesmo dia da descoberta de Lesedi la Rona foi encontrado em Botsuana outro diamante, de 830 quilates, o terceiro maior do mundo. A informação é de William Lamb, presidente da empresa Lucara.

Via |  Sotheby’s

ver mais notícias