Bahia recebe o primeiro Aperitivo Azimut 2016

Maior fabricante de iates de luxo do mundo promove encontro náutico na Bahia Marina, no dia 23 de fevereiro. Exposição de embarcações e novidades do setor ao estado são atrações.

Salvador, Bahia – No dia 23 de fevereiro, a Bahia recebe a primeira edição do Aperitivo Azimut do ano de 2016. O encontro que foi sucesso em 2015 com edições nos estados de Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro, reunirá clientes, imprensa e apreciadores da navegação da região. Esta edição terá parceria da Marina Yachts, nova revendedora da marca para o estado da Bahia, pertencente ao Grupo Cidade. O evento acontecerá a partir das 19h 30min no restaurante Lafayette, localizado na Bahia Marina em Salvador.

Além da exposição de iates Azimut, sucessos internacionais, já estão confirmadas as presenças do CEO da Azimut do Brasil, Davide Breviglieri; do diretor comercial Francesco Caputo e do diretor de pós vendas Giuseppe Donadio, ao lado da presidência e diretoria da Bahia Marina/ Marina Yachts, Reynaldo Loureiro, Leilaine Loureiro e equipe.

Na ocasião, os executivos anunciarão novidades relacionadas ao desenvolvimento do mercado náutico do estado para este ano. Entre elas, está a realização do primeiro curso de formação de tripulantes de embarcações de esporte e lazer, com objetivo de profissionalizar o setor diante de uma demanda em crescimento.

Mesmo em um cenário de incertezas econômicas no mercado brasileiro, a unidade de produção da Azimut Yachts do Brasil, filial do grupo italiano Azimut-Benetti, obteve um crescimento de mais de 15% no ano passado na fabricação de iates de alto luxo e estima dobrar a produção em cerca de 2 anos.

“A Bahia é um estado estratégico para a Azimut Yachts pelo seu grande potencial náutico e uma belíssima costa apta para navegação durante os 12 meses do ano. Também conta com infraestrutura capaz de receber embarcações de maiores dimensões, como referência, a Bahia Marina, um dos cartões postais de Salvador”

… explica o CEO Davide Breviglieri.
Expansão da fábrica no Brasil, novos modelos de iates, panorama do mercado náutico brasileiro e da presença da marca no mundo serão mais detalhes apresentados.

O modelo Azimut 42 é um dos iates confirmados no evento Aperitivo Azimut, no dia 23 de fevereiro, na Bahia. Lançado há pouco mais de um ano no Brasil ganhou a preferência dos cliente do país e seu sucesso atravessou fronteiras, para os Estados Unidos e outros países da América Latina como Paraguai, Uruguai e Colômbia.

Com 13 metros, a Azimut 42 esbanja conforto e tecnologia. Traz inovações na composição dos espaços exteriores e interiores além do luxo característico. O salão principal conta com sofá que pode ser transformado em uma cama adicional além da cozinha, em um nível inferior, totalmente equipada. No deck inferior estão duas charmosas cabines (entre elas a suíte do proprietário) que podem acomodar até 6 pessoas para pernoite. A área externa é privilegiada para o relaxamento e lazer em contato com a natureza como é o caso do flybridge e do espaço gourmet na plataforma de popa, com churrasqueira adicional e área de refeições. Dois postos de comando com equipamentos de alta tecnologia são mais atrativos.

Azimut Yachts do Brasil

Instalado no Brasil em 2010, o estaleiro da Azimut Yachts ocupa uma área de 16 mil m² na cidade de Itajaí, SC, e vem obtendo sucesso cada vez mais expressivo com novidades ao mercado náutico ano a ano. Atualmente a fábrica conta com produção de iates de luxo de 42, 50, 56, 60, 70 e 83 pés.

Azimut Yachts é uma marca do Grupo italiano Azimut|Benetti com matriz em Avigliana, Itália, reconhecido como o maior produtor de iates de luxo do mundo.

Via |  Azimut Yachts

MERCADO NÁUTICO BRASILEIRO – NÚMEROS

*792.000,00 barcos navegam pelo Brasil

*US$ 700 milhões, foi a movimentação do mercado náutico em 2015.

*Um barco para cada 259 brasileiros – potencial em crescimento

*8500 km de costa

Segundo Azimut Yachts, brasileiros têm procurado iates de dimensões cada vez maiores.

mercado náutico impulsiona significativamente a economia e sua movimentação reflete em vários outros setores como tecnologia, comércio, turismo, serviços e outros.

*Fonte: Guia de Barcos 2016/ Náutica

ver mais notícias