CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Colunas / Subindo e Descendo do Salto / “Sorriso Nota 10” leva atendimento a alunos da rede estadual de ensino

“Sorriso Nota 10” leva atendimento a alunos da rede estadual de ensino

Da redação | 10/07/2017 08:59

Uma parceria entre Governo do Amazonas e grupo Bringel, via Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc), está levando às escolas da rede pública estadual, tratamento odontológico aos alunos.

Conhecido como “Sorriso Nota 10”, o projeto itinerante leva atendimento odontológico a estudantes em escolas de diferentes zonas da capital. A carreta atende, semanalmente, duas unidades de ensino da rede pública estadual.

Depois de receberem palestra sobre educação e cuidados bucais, os estudantes são atendidos com os serviços de profilaxia, aplicação de flúor, extração de dente, restauração. Em alguns casos, é feita avaliação para constatar a necessidade de atendimento de alta complexidade e caso haja necessidade, o paciente é indicado para um centro de atendimento de referência.

O “Sorriso Nota 10” já atendeu 55 mil alunos em 18 escolas da rede estadual de Manaus. O titular da Seduc, professor doutor Arone do Nascimento Bentes salientou que a estimativa é atender todos os 450 mil alunos matriculados na rede estadual de ensino.

Na última semana, a carreta iniciou o atendimento na Escola Estadual de Tempo Integral (EETI), Lecita Fonseca Ramos, localizada no Igarapé do Passarinho, na zona norte de Manaus. De acordo com a Seduc, 500 estudantes foram atendidos pelo projeto.

O governador David Almeida, que esteve na escola participando da entrega de tablets para estudantes e professores, destacou a importância do programa. “O cuidado com os dentes é muito importante e, quando isto pode ser feito na escola, melhor ainda, porque demonstra o compromisso da educação com a saúde bucal. Além de ser também uma ação educativa”, observa.

A coordenadora técnica do “Sorriso Nota 10”, Roseane Costa, destacou que o projeto é bem aceito pelos alunos, mas que em algumas áreas da cidade, os pré-adolescentes apresentam certa resistência por medo ou desconhecimento do assunto. “Observamos um número alto de alunos com cáries porque não têm conhecimento sobre os cuidados bucais básicos. Alguns até dividem a mesma escova do irmão ou irmã, o que aumenta a incidência das doenças bucais”, explicou a técnica.

De acordo com informações da Seduc, o projeto “Sorriso Nota 10” está em estudo para que possa ser ampliado e atender também às escolas do interior do Estado. Iranduba, Itacoatiara e Parintins devem ser os primeiros contemplados com a iniciativa, segundo previsão da Seduc.

 

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA