CM7

     
 
 
Manaus, 17 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Colunas / Subindo e Descendo do Salto / Prefeito busca parceria para desenvolvimento de parques municipais

Prefeito busca parceria para desenvolvimento de parques municipais

Da redação | 14/06/2017 20:03

Dona de uma rica beleza natural, que lhe credencia ao título de Cidade Mundial, Manaus poderá dar um grande passo no fortalecimento das políticas públicas voltadas para o turismo a partir do desenvolvimento de seus parques municipais. Nesta quarta-feira, 14/6, o prefeito Arthur Virgílio Neto recebeu a diretoria do grupo Eco Parques, que demonstra interesse em investir na capital.

O encontro aconteceu na sede da prefeitura, no bairro Compensa, zona Oeste, onde foram apresentados nove espaços que podem ser contemplados pela parceria. “São parques já em pleno funcionamento, como o Mindu, os Bilhares, o Tupé, e outros que queremos implantar, como a Cachoeira Alta do Tarumã e o Parque Encontro das Águas (mais conhecido como Ponta Branca). Com isso ampliamos os nossos atrativos turísticos, fazendo com que os turistas permaneçam mais tempo em Manaus, gerando mais renda e mais possibilidades de negócios”, destacou o prefeito.

Ainda segundo Arthur Virgílio, a administração municipal tem trabalhado para ampliar sua capacidade de investimento, por meio de parcerias. “Esse pode ser o início daquilo que queremos que seja o ponto forte desta gestão. A busca por parcerias público-privadas, concessões onerosas, entre outras alternativas econômicas, que visam pegar o dinheiro onde ele está sobrando para investir onde ele é necessário. Isso sem onerar o município e possibilitando oferecer as melhorias que a população espera”, afirmou.

Na capital desde a última terça-feira, 13/6, Cadu Guimarães, que é diretor do grupo Eco Parques, visitou alguns dos espaços geridos pelo município e disse que ficou muito bem impressionado. O grupo é responsável pela gestão e estruturação de vários dos principais parques nacionais. Entre eles o Parque Nacional do Iguaçu, Paineiras Corcovado, Aquário do Rio de Janeiro e outros.

“Há muitas possibilidades e certamente ficamos bem interessados. Agora vamos avaliar os dados de turismo da cidade, da visitação dos parques e avaliar outras particularidades da região para apresentarmos a proposta que mais atenda ao perfil dos manauaras e daquilo que espera a prefeitura”, comentou o empresário.

Também presente no encontro, o secretário extraordinário (Semex), Luis Fabian, ressaltou que além dessa parceria, a prefeitura está avaliando a realização de outros projetos por meio de recursos da iniciativa privada. Segundo ele, ao longo dos anos, a administração tem se incumbido de funções que não seriam exatamente do poder público, por isso a necessidade de se criar uma política de concessões e parcerias.

“Partimos de três premissas, sendo a principal delas a desoneração da máquina pública, além de buscar a maior satisfação da população, por meio da expertise da iniciativa privada e, por fim, viabilizar receitas extraordinárias para o Munícipio, sobretudo nesse período de crise econômica para o país”, avaliou.

 

 

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA