CM7

     
 
 
Manaus, 17 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Arquivo / Rio de Janeiro / STJ absolve presidente e conselheiro do TCE-RJ denunciados por corrupção

STJ absolve presidente e conselheiro do TCE-RJ denunciados por corrupção

Da redação | 15/06/2016 16:00

BRASÍLIA – Por unanimidade, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) absolveu nesta quarta-feira o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, Jonas Lopes de Carvalho Junior, e o conselheiro José Gomes Graciosa, acusados de receber dinheiro em troca de decisões favoráveis no Tribunal de Contas.

A vice-procuradora-geral da República, Ella Wiecko, pediu a condenação por corrupção passiva com pena acima do mínimo estabelecido no Código Penal, que é de dois anos, e perda do cargo. Eles negaram ter recebido dinheiro. O suposto crime foi descoberto na Operação Pasárgada, resultando na denúncia contra os dois, recebida pelo STJ em novembro de 2013.

Após as alegações finais do MPF, Marcelo Leal, advogado que representa José Graciosa, rebateu as acusações durante sustentação oral. Para ele, não há provas concretas nem indícios de que os dois tenham pedido, aceitado ou recebido propina. Ele desqualificou um suposto e-mail encontrado na casa de um empresário, dizendo que o papel impresso não pode ser considerado prova.

— É fácil verificar a absoluta parcialidade com que foi conduzida essa investigação — afirmou Marcelo.

Depois de mais de uma hora apreciando o caso no período da manhã, o plenário da Corte Especial decidiu fazer uma pausa para almoço. O julgamento foi retomado à tarde. Um outro advogado de defesa inscrito fez a sustentação oral.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA