CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Arquivo / Rio de Janeiro / Sistema de alerta contra temporais é suspenso em 180 comunidades

Sistema de alerta contra temporais é suspenso em 180 comunidades

Da redação | 03/05/2016 08:10

RIO – O sistema de alerta e alarme contra riscos de deslizamentos com a chegada de chuvas torrenciais parou de funcionar em 180 comunidades de 12 cidades do estado do Rio. A empresa responsável pela manutenção dos equipamentos, a Tecal Engenharia, cancelou o contrato com o estado no início do mês passado e desligou os aparelhos. O contrato com a empresa expirou em outubro de 2015 quando ocorreriam nova licitação. Mas como o estado interrompeu o processo de licitação, a empresa resolveu parar com a atividade. O sistema de alerta contra chuvas fortes existe desde 2011.

O estado teria uma dívida de R4,7 milhões com a Tecal Engenharia. As cidades que tinham o monitoramento de chuvas fortes e que tiveram os equipamentos desligados foram Niterói, São Gonçalo, Angra dos Reis, Mangaratiba, Duque de Caxias, São João de Meriti, Queimados, Magé, Barra do Piraí, Areal, Barra Mansa e Cachoeiras de Macacu.

Entre as comunidades prejudicadas está o Morro do Bumba, em Niterói. Em abril de 2010, centenas de casas foram soterradas e 48 pessoas morreram. Os corpos de oito vítimas nunca foram encontrados. Os municípios da Região Serrana não tiveram o serviço interrompido. Em janeiro de 2011, quase mil pessoas morreram com deslizamentos ocorridos nas cidades da região.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA