CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Arquivo / Rio de Janeiro / MP concede reajuste de auxílio, mas volta atrás um dia depois

MP concede reajuste de auxílio, mas volta atrás um dia depois

Da redação | 01/07/2016 15:00

RIO — Em 24 horas, o Ministério Público Estadual do Rio concedeu e suspendeu um reajuste no valor do auxílio-transporte de seus funcionários. Ontem, um comunicado enviado por e-mail assinado pelo procurador-chefe do MP, Marfan Vieira, infomava que, “por decisão do Conselho Nacional do Ministério Público”, estava suspenso o pagamento do valor retroativo do auxílio moradia, o que seria “compensado”, de acordo com a mensagem, com o reajuste do auxílio transporte já a partir de julho.

Já um novo comunicado, com a data de hoje (1º de julho) cancela o anúncio anterior e atribui a mudança à crise financeira. A mensagem diz que “foi constatada a impossibilidade de reajuste” por “razões de ordem financeira”.

Em nota, o MP confirmou o teor das mensagens e disse que o cancelamento do aumento se deve “ao aguçamento da crise do estado”. O órgão não informou o percentual do reajuste que seria concedido.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA