CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Mercosul e União Europeia marcam troca de ofertas para 2ª semana de maio

Mercosul e União Europeia marcam troca de ofertas para 2ª semana de maio

Da redação | 08/04/2016 14:50

BRASÍLIA – Após uma série de adiamentos, o Mercosul e a União Europeia (UE) marcaram para a segunda semana de maio a troca de ofertas de acesso aos mercados, passo importante na negociação de um acordo de livre comércio entre os dois blocos. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, em Bruxelas (Bélgica), sede da UE, em reunião entre o ministro das Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, e a comissária de Comércio do bloco europeu, Cecilia Malmström. Os uruguaios ocupam, atualmente, a presidência pro tempore da união aduaneira sul-americana.

“O Brasil acolhe com satisfação esse anúncio, que marca o início da etapa final do processo negociador”, comemorou o Itamaraty, em nota divulgada há pouco.

As conversas em torno de um acordo começaram em 1999 e vêm se arrastando ao longo dos últimos anos. Para o governo brasileiro, a conclusão dessa etapa abre caminho para “nova e decisiva” fase no processo de negociação.

A troca de ofertas deve especificar as formas de se aumentar a abertura recíproca de bens e serviços entre UE e Mercosul, incluindo compras governamentais. Para isso, na reunião desta sexta-feira foi estabelecido para as negociações no decorrer deste ano.

— Estou feliz, porque agora podemos avançar com as negociações de longa duração. A Europa tem fortes laços econômicos e políticos com a América Latina — disse a comissária de Comércio europeia, após a reunião de Bruxelas.

A UE é o principal parceiro comercial do Mercosul, seu maior provedor de serviços e também o maior investidor estrangeiro direto na região. Segundo comunicado da Comissão Europeia em Brasília, as empresas europeias param mais de 4 bilhões de euros, por ano, em impostos de importação, quando exportam para países do Mercosul.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA