CM7

     
 
 
Manaus, 17 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Ilan Goldfajn diz em sabatina que sua meta no BC é deixar a inflação em 4,5%

Ilan Goldfajn diz em sabatina que sua meta no BC é deixar a inflação em 4,5%

Da redação | 07/06/2016 11:10

BRASÍLIA – Com um discurso na medida para agradar o mercado financeiro, Ilan Goldfajn afirmou que seu objeto à frente do Banco Central é fazer com que a inflação fique estritamente na meta de 4,5%, ou seja, não deixará a alta de preços ficar estacionada na margem de tolerância. Durante a sabatina do economista na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), ele frisou que a convergência da inflação para o objetivo tem de ser rápida e as expectativas devem ficar ancoradas.

— Nosso objetivo será cumprir plenamente a meta de inflação estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, mirando o seu ponto central. Os limites de tolerância estabelecidos servem para acomodar choques inesperados na inflação, que não permitam a volta ao centro da meta em tempo hábil — disse Goldfajn, que completou:

— Enquanto a inflação retorna ao centro da meta após eventuais choques, é fundamental o gerenciamento das expectativas no sistema de metas. É importante que as expectativas indiquem no presente uma trajetória que preveja a convergência para a meta em futuro não muito distante.

Nos últimos anos, o BC tem sido alvo de críticas por não trazer a inflação para a meta. Por anos, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou acima dos 4,5%. No ano passado, rompeu o limite de tolerância de 2 pontos percentuais e ficou em 10,67%.

(Aguarde mais informações)

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA