CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / França deve introduzir reforma trabalhista que facilita demissões, diz ‘WSJ’

França deve introduzir reforma trabalhista que facilita demissões, diz ‘WSJ’

Da redação | 08/03/2016 17:40

PARIS – O governo do presidente francês, François Hollande, planeja implementar, até o fim deste mês, uma reforma trabalhista que cria regras mais claras e simples demitir funcionários, de acordo com o jornal “The Wall Street Journal”. Se por um lado a medida tem tudo para agradar às empresas, ela gerou descontentamento dentro do Partido Socialista, ao qual pertence o presidente.

“Você não pode recrutar quando as coisas estão indo bem se você não pode dispensá-las quando as coisas estão indo mal”, disse ao “WSJ” Jean-Marc Rieger, diretor executivo da Chimirec, uma empresa de gestão de resíduos industriais.

O objetivo com a reforma, diz o jornal, é afrouxar as políticas regulatórias apontadas por economistas, chefes de empresas e até por funcionários de outros países europeus como um fator que limita o crescimento da França.

Entre as mudanças que devem ser introduzidas estão também um teto para os valores que empregados podem pedir na Justiça após a demissão, mais flexibilidade na negociação de um pagamento menor das horas extras e até formas de contornar a jornada de trabalho de 35 horas semanais.

A França não é o primeiro país a fazer reformas do tipo. Como o “WSJ” ressalta, Espanha, Itália e Alemanha já afrouxaram a legislação trabalhista na tentativa de tornar suas economias mais competitivas.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA