CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Amazonas / PIM / Argentina busca parcerias para agregar valor à sua indústria de grãos

Argentina busca parcerias para agregar valor à sua indústria de grãos

Da redação | 09/03/2016 18:10

BUENOS AIRES – A Argentina está procurando formar joint ventures com empresas internacionais para agregar valor a sua indústria de exportação de grãos, que movimenta, atualmente, cerca de US$ 20 bilhões. A ideia é que essas parcerias permitam a construção de unidades de processamento de alimentos, disse Fulvio Pompeo, secretário de assuntos estratégicos.

O projeto é parte é parte dos planos do presidente Mauricio Macri para expandir e diversificar a economia do país ao encorajar o investimento em energia renovável, mineração, turismo e serviços, disse Pompeo. Macri assumiu o cargo em dezembro com a promessa de abrir a economia do país e afrouxar muitos dos controles impostos pelo governo anterior para proteger o setor industrial.

Uma delegação de representantes de empresas italianas vai visitar a Argentina em junho ou julho com o propósito de abrir fábricas de massas que vão usar trigo argentino, anunciou o secretário durante entrevista em Buenos Aires. E outras iniciativas do tipo podem estar a caminho, já que o governo discutiu projetos similares com a China.

— A abertura para o mundo será muito ampla, para criar empregos na Argentina de forma que não sejamos apenas um exportador de commodities — explicou o secretário — Nós temos o trigo, então por que não podemos formar joint ventures para trabalhar diretamente aqui?

ENERGIA RENOVÁVEL E MINERAÇÃO

Até agora, Macri já removeu controles cambiais e reduziu taxas sobre exportações da maioria dos grãos, incluindo milho e trigo. A entrada de investimento estrangeiro em energia e infraestrutura na Argentina vai somar aproximadamente US$ 20 bilhões este ano, disse o presidente em entrevista à Bloomberg durante o Fórum Mundial de Davos.

Para promover as energias renováveis, o governo vai completar uma nova legislação para a indústria esta semana, de acordo com o deputado Juan Carlos Villalonga. As regras vão multar grandes consumidores que não tiverem pelo menos 8% de seu consumo vindo de fornecedoras de energia renovável, até 2018.

No setor de mineração, o governo eliminou, em fevereiro, os impostos de importação, ajudando as empresas a economizar US$ 233 milhões por ano, de acordo com a agência de notícias estatal Telam, que citou um funcionário do governo que não foi identificado.

Embora as conversas ainda estejam em estágio preliminar, o governo está negociando com a suíça Glencore sobre o projeto Pachón, de exploração de cobre na província de San Juan, e com a brasileira Vale a respeito de Rio Colorado, projeto de extração de potássio, segundo afirmou Daniel Meilan, secretário da Mineração, em uma entrevista em Toronto na quarta-feira.

A Argentina exportou US$ 19,96 bilhões em grãos no ano passado, o valor representa uma queda em relação aos US$ 24,14 bilhões registrados em 2014, de acordo com a câmara dos exportadores de grãos do país, a Ciara-Cec.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA