Mulher perde emprego por ser mãe solteira. Veja a demissão pelo whatsApp

Quando paramos para pensar que estamos em pleno século 21, conseguimos ter uma noção de como a sociedade evolui muito, de 200, 300 anos, para o que somos hoje em dia. Porém, infelizmente as vezes encontramos histórias que nos dão a impressão que estamos na Idade Média, como a história da Cleide, uma mulher que foi demitida do seu serviço pelo simples fato de ser mãe solteira.

Este é um assunto delicado e difícil de digerir, mas trata-se de um tema que tem que ser falado (mesmo que estejamos em 2016…), pois as vezes esquecemos que algumas atitudes retrógradas e preconceituosas ainda aconteçam debaixo do nosso nariz.

Foi o o que o Diário de uma mãe solteira nos mostrou, infelizmente,

Em três prints de embrulhar o estômago, uma mulher demite sua faxineira após descobrir, pelo Facebook, que ela não é casada e tem três filhos. Isso mesmo que você leu!

Ela foi dispensada de forma preconceituosa e até cruel por ser mãe solteira, pois a mulher escreve com todas as letras que não pode permitir “esse tipo de gente” em sua casa e pelos motivos mais desprezíveis, como não poder deixar perto do marido, ou que ela ser mãe solteira ensinaria algo errado aos filhos.

Mesmo admitindo a qualidade do trabalho, a incapacidade intelectual, o preconceito, a falta de informação e a completa falta de noção, que faz uma pessoas achar que pode tratar outra assim, falaram mais alto na hora de demití-la

Mas não vamos nos calar diante de um absurdo desses!

* Este artigo foi originalmente publicado pelo 99jobs

ver mais notícias