Honda chega ao fundo do poço, reage e volta a crescer, boas novas para industria no Amazonas!

Uma das notícias mais animadoras da economia amazonense em tempo de crise está sendo mantida ainda sob segredo.

A Moto Honda da Amazônia, gigante do segundo maior segmento produtivo do Polo Industrial de Manaus (PIM), perdendo apenas para o de eletroeletrônico, emitiu sinais de que, enfim, pode ter chegado ao fundo do poço e reagido.

A informação é de que a fábrica deve apresentar aos indicadores do PIM, que saem em mais duas semanas, um incremento na sua produção.

Não há dados precisos, mas fala-se no rompimento da casa de 800 mil unidades, que seria um ponto abaixo de sua curva de equilíbrio, para além de 900 mil.

Os dados são comemorados por autoridades de grosso coturno do estado e de Brasília, já que a produção de motos no Brasil em abril havia despencado 36,4%, segundo a Abraciclo, entidade que representa o setor.

E a Honda, que amarga resultados negativos há mais de cinco anos, não é o único caso em recuperação na indústria da ZFM, garantem as autoridades.

Elas também receberam informação que outros setores da indústria amazonense também apresentaram sinais de que estão com pulsação firme.

É caso, segundo as fontes, do segmento de sistemas de filmagens e gravação de segurança, da produção do velho computador de mesa, que superou, com ampla vantagem, a de tablet, e o caso da fabricação de maquinetas de cartões de crédito e débito, que disparou.

Nesse caso, o destaque é para a maquineta que não gera recibo impresso, mas manda comprovante via SMS.

Foto: BNC http://bncamazonas.com.br/2016/06/24/honda-chega-ao-fundo-do-poco-reage-e-volta-a-crescer-no-pim/

ver mais notícias