Chico Preto escreve artigo sobre " Alcoolismo" em Manaus

Alcoolismo
Os dados divulgados pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde  (Datasus) sobre morte por alcoolismo chamou minha atenção. Em Manaus, a cada 100 mil habitantes, 9,17 morrem por alcoolismo, uma taxa muito acima da média nacional que é 5,72. Ora, o alcoólatra  é um doente que precisa de tratamento e essa internação custa aos cofres públicos, segundo o SUS, cerca de 120 mil reais.
Pois bem, se tratar custa caro,  prevenir é mais barato e mais vantajoso porque não requer leitos, nem remédios,  só conscientização. A meu ver, o investimento deve ser em duas vertentes: na saúde primária e na escola. A saúde primária vai trabalhar na base, a família, com uma equipe multidisciplinar, orientando,  informando, dando o suporte necessário para que as famílias possam evitar que o alcoolismo entre em suas residências.  As escolas, por sua vez, vão conscientizar as crianças e jovens por meio de palestras e dinâmicas que ajudem esses pequenos cidadãos a evitarem o álcool,  isso pode ser feito através da disciplina Ciências.


Além disso, é preciso fiscalizar e punir com rigor os estabelecimentos comerciais que disponibilizarem bebidas alcoólicas a menores. Para os que já estão no vício, entendemos que os Centros de Atenção Psicossocial (Caps-AD), hoje temos apenas um, o Afranio Soares, devam ser ampliados para os bairros com maior incidência, como também deve ser criado um Programa de reinserção desse cidadão no mercado de trabalho, restituindo-lhe a dignidade por completo.

Chico Preto
Advogado

ver mais notícias