Baleia com asas sobrevooa o Aterro do Flamengo

RIO – Uma baleia com asas sobrevoou o Aterro do Flamengo e despertou a curiosidade de quem passava a tarde hoje no parque. A instalação, feita a partir de um enorme balão tripulado, com 34 metros de comprimento por 23 de altura, foi projetada pela artista australiana Patricia Picicinini. Ela está no Rio cuidando da sua exposição ComCiência que abre na próxima sexta-feira no CCBB, no Centro, e vai até 27 de junho.

A artista é conhecida por criar esculturas de fibra de vidro e silicone, entre o hiper-realismo e o surrealismo, que retratam seres geneticamente modificados e levam à reflexão sobre os limites da ciência. Sua obra The Skywhale, que surgiu este sábado no Aterro do Flamengo, é uma mostra de suas referências.

— A Skywhale surge de repente na frente das pessoas, não é como em um museu, ou espaço de arte. É algo mais próximo a natureza — disse a artista.

O empresário Moacyr Marques estava com amigos no parque e ficou curioso para conhecer aSkywhale. Quando ele chegou, a estrutura ainda estava sendo montada.

— Não sabia que essa escultura ficaria hoje aqui. Agora, vou esperar para ver, fiquei curioso para saber como vai ficar. Parece bem criativa — considerou.

A publicitária Clara Gama brincava com a filha e se disse encantada quando viu a instalação sobrevoar a pista de aeromodelismo do parque.

— Sempre viemos brincar aqui e não é todo dia que uma baleia com assas e rabo de pavão aparece voando na nossa frente — brincou, ela enquanto fazia muitas fotos da filha na frente do balão.

A mostra ComCiência, de Patricia Picicinini, vem para o Rio depois de levar mais de meio milhão de visitantes aos CCBBs de São Paulo e Brasília. A exposição no CCBB do Rio terá duas obras inéditas, uma delas feitas especialmente para a rotunda do prédio da Avenida Primeiro de Março. Ao todo, pinturas, desenhos, vídeos, fotografias e em especial as esculturas hiper-realistas de Patricia fascinam pelo estranhamento e ao mesmo tempo despertam compaixão.

ver mais notícias